quinta-feira, 3 de maio de 2012

Tem coisas que só um proctologista faz por você...


NOTA DE ESCLARECIMENTO: O acontecido descrito no texto a seguir não foi vivido por minha indescritível pessoa, mas por outra pessoa que eu obviamente não vou contar quem é. Escrevi em primeira pessoa porque prefiro, acho que fica mais engraçado e mais fácil de ser devidamente esculhambado. Se você não gosta de textos esculachados nem leia. Eu adoro humor exagerado (feito eu).
   

Uma das coisas mais tristes na vida de uma pessoa é ouvir do médico que tem que operar as pregas. Sim, essas aí mesmo que vocês estão pensando! Não sei especificar se a tristeza começa ao saber disso ou começa só naquele maravilhoso momento em que enfiam um cano na sua rabisteca, achando tudo lindo... Afinal, NO DOS OUTROS é refresco. Ahhh, o exame. O médico diz que a dita colonoscopia (com um nome desse só pode dar merda – fui até pesquisar no Google pra ver se tinha escrito isso aí direito) vai ser SUSSA, tem sedação e coisa e tal. Aí você vai na dele e até se anima. Ele te manda tomar um laxantinho um dia antes, do tipo bem suave, aquele que te faz cagar até o cérebro, a alma e arrebentar até o que ainda estava no lugar! Você sai do banheiro meio morto, enjoado e já pensando que o médico foi um baita sacana...

Aí você vai para o dito exame, o cara te faz esperar umas 2 horas em jejum e com uma avalanche rolando dentro do seu intestino (sabe como?). Você ali na sala de espera suando, não se sabe bem se de nervoso ou porque ainda não passou o prenúncio de tempestade. Finalmente te levam, te sedam (UFA!) e fazem o tal do exame que deixa as suas pregas levemente mais afrouxadas do que já estavam anteriormente, afinal, desgraça pouca é bobagem e já que vai arrumar o negócio é melhor desgraçar de vez!

Chega o dia da cirurgia e você vai ao hospital, tranquilo, afinal a anestesia nem é geral, é só aquela gostosinha que enfiam um agulhão na sua coluna, SUSSA! Você super tranquilo com isso, te internam às dez da manhã para fazer a cirurgia às cinco da tarde, esperar é sempre uma delícia. Ainda mais quando entra uma enfermeira para fazer um PROCEDIMENTO e manda todo mundo sair... Você já pressente que boa coisa não pode ser. Lavagem intestinal, mais uma delícia que só o seu proctologista pode oferecer. Experimente, satisfação garantida ou o seu toba devolta!

Tudo pronto, você meio enjoada, meio branca, meio arrombada, mas já perdendo a paciência com a espera, o que até é bom para passar o medo. Medo pra que? Procedimento SUSSA. Ok... Te levam para a sala de espera que fica ao lado da sala de cirurgia e te colocam o camisolão verde-pavor, os sapatinhos de frango assado e aquela toca que acaba com o seu cabelo, enquanto você espera a vez (sim, tinha fila naquele dia). Você fica realmente tranquilo quando vê o carrinho de ressuscitação (tive que ver essa no Google também) passar por você com uma enfermeira esbaforida enquanto você escuta um FOOOF (imaginando o corpo tomando um choque, ouvindo aquele PIIIIIIIIII e tudo o mais) enquanto o médico está chamando a pessoa pelo nome e aquela coisa toda que a gente vê em filmes mas nunca quer ver ao vivo, ainda mais ali, paramentado de frango verde, esperando a vez para o refazimento das pregas (que a essas alturas já soltaram de vez).

Aí vem a enfermeira avisar que a cirurgia vai ficar para o outro dia... A essa altura eu achei foi bom. Aposto que as pregas do médico estavam piores que as minhas depois do susto. Preciso escrever sobre cama de hospital, madrugada com as enfermeiras entrando toda vez que você finalmente pega no sono e etc.? Acho que todo mundo conhece as maravilhas de uma internação. De manhã cedo lá vou eu novamente para a sala cirúrgica, mas dessa vez em uma hora minhas pregas estão todas refeitas, zeradas, novinhas em folha.

Diz a lenda que na hora de sair da anestesia eu fiquei olhando fixamente para a minha mão direita, lembrando aquele bebezinho do filme “olha quem está falando” depois que a mãe toma uma injeção de Demerol na hora do parto e ele fica doidão agitando a mãozinha e dizendo “olhaaaaa, que mãozinha cóooosmica” (se você lembra, você é velho feito eu, ou até mais – se ferrou!). Não vou mentir para quem ainda vai refazer as pregas... DÓI... Mas dói PRA CARALHO. Especialmente quando você tem que ir ao banheiro depois da cirurgia e não sabe se chora, se grita, se desmaia ou se faz tudo isso ao mesmo tempo. Eu só não desmaiei, mas acho que perdi a nova rosca no vaso e desperdicei o trabalho do médico... Pela dor, só pode.

Enfim, não vejo a hora de estar tudo cicatrizado e o meu toba novo em folha, zero bala, pronto para uns 50 anos de vida sem dor. Caso ele se arrependa e volte a doer, acho que o canal é tentar uma cauterização caseira, usando um fósforo e um tubo de desodorante spray...
           



Imagem: Henrique Sanches (adorei - na original tem uma bunda se projetando ali na frente do doutor, mas eu preferi assim, sutil feito o texto - hahaha)

11 comentários:

Anônimo disse...

Eu rachei os bicos. Muito bom Ane. Tenho este problema com as pregas, preciso fazer um afrouxamento, mas não sei se tenho coragem rsrs... Bjus e melhoras...

Anônimo disse...

QUASE CHOREI DE TANTO RIR,MUITO ENGRAÇADO.ADOREI A MANEIRA COMO FOI CONTADA.PARABÉNS

Anne disse...

Obrigada, fico feliz que alguém ainda passe por aqui, mesmo eu não escrevendo mais os causos com tanta frequência quanto antes...rs. Eu adoro escrever humor desse meu jeito exagerado. ;) Abraços e volte sempre.

Anônimo disse...

Nossa eu nunca ri tanto com a miséria alheia. Sinto muito! KKKKKKKKK

Roque disse...

Já fiz duas cirurgias ano-retal, e três colonoscopia para retirada de pólipos e prevenção. e lendo o poust da Anne, e lembrando o que passei, quase morro de ri, pois é exatamente assim como ela descreve. Parabéns pelo humor.

Anne disse...

Roque - Obrigada pelo comentário. Sei que mta coisa na vida já é complicada e dolorida por si mesma, então tento fazer brincadeira com algumas, para exercitar a arte de rir de si mesmo....rs. Seja bem-vndo. Abraços

Éder Vieira Bigliardi disse...

Não.. você tem talento mesmoooooo pra comédia! Consegue tirar graça até de onde não tem. kkkkk devia explorar este seu lado.. Aposto que ia dar muito certo. Parabéns. Éder

dani. disse...

kkkkkkkkkkkk. Rachei de rir. Anne eu vou à um proctologista amh e estou morrendo de vergonha da posição que penso que vou ficar, n sei qual é, comecei a ler seu texto para ter essa resposta, mas mesmo assim adorei. Afinal, qual é a posição Anne? Beijos!

Anne disse...

Dani: Fico mto feliz que tenha gostado do texto! Então menina... não sei se todo proctologista é assim, mas o meu pediu pra eu deitar na maca de bunda pra cima e eu ainda tive que segurar as "bandinhas da bunda" abertas pra ele poder avaliar a região... hASUhUAShuHASUAS. Lamentável.

Juliana disse...

HAHAHAHAHAHAH!!!!!Putz essa foi a melhor que eu li hoje!!! Parabéns!!!

Anônimo disse...

Cara, gostei essa e boa ,pois ja vivi esta situacao ,maria jose.